Sobre ser criança de novo…

Qual de nós não queria ser criança de novo? não queria poder ir trabalhar um dia dessa semana de pijama (essa semana foi o dia de ir de pijama pra escola), ou ter o dia do eletrônico (esse eu queria muito, um eletrônico só pra brincar e não trabalhar, rsss).

Quando nos tornamos pais de certa forma voltamos a ser crianças, voltamos a estudar o ba, be, bi, bo, bu. Voltamos a brincar de carrinho e boneca, a se preocupar com o tempo antes de sair, a pensar em primeiros amores e desilusões, voltamos a acordar na madrugada para levá-los ao banheiro e não ter surpresas pela manhã.

E como é gostoso voltar a viver tudo isso em outra perspectiva, pelo olhar de PAI, de alguém que tem que fazer tudo isso, mas que agora precisa ter um fim, um propósito, um direcionamento.

Eu durmo pouco (devido ao trabalho, é a uma rotina minha), em média sempre vou deitar depois da 1h da madrugada, e sempre que posso vou vê-los, e fico admirando, pensando que aquelas duas vidas são partes da minha, que dentro daqueles dois seres humanos tem um pedaço meu. E fico grato a Deus, por poder viver esse milagre, e enfim poder entender toda a grandiosidade do seu amor, seu infinito amor.

É assim que me sinto com meus filhos, é um amor que não cabe em mim, que é tão grande e intenso, que só pode ser divino, um verdadeiro milagre de Deus.

Meus filhos, minha vida! Hoje e sempre…

Feliz dia das crianças para você que voltou a ser uma depois que virou pai.

Sou Pai da Bia e do Pedro

LEAVE A COMMENT