Bia uma pré adolescente… (parte ll, aniversário de 11 anos)

Há 11 anos atrás eu vivia um misto de sentimentos: um medo absurdo, uma alegria que não cabia em mim e uma sessão de pânico e desespero. Em alguns segundos, vi toda a minha vida pela frente. Enquanto te carregava em meu colo no nosso primeiro passeio juntos (a sua primeira voltinha por esse mundo)… talvez uns 30 metros entre a sala de parto e o berçário. Foi no meu colo que você deu esse primeiro “rolê” como você diria hoje. Ali naquele momento romântico, imaginei uma princesa, sentada de pernas cruzadas, dizendo “por favor”, eu te dizendo “não!” e você dizendo: “tudo bem, papai!”. Continuando os segundos românticos, vi você esbofeteando um menino que tentou te beijar (isso ainda tenho esperanças de presenciar… “brincadeira, não pode!”).

Bom você é uma princesa, mas é uma princesa que não precisa de um príncipe pra te salvar! Você claramente é empoderada (para o orgulho do papai), é inteligente, e questionadora, não aceita o “NÃO” se não for explicado e justificado; luta pelo que quer (isso me tira do sério, mas me enche de orgulho!). Vejo a cada dia você se tornar uma menina linda, inteligente e com um grande futuro.

Há 11 anos você tem me ensinado a ver um mundo diferente, um mundo com entrega, com paixão, um mundo mais colorido (ultimamente com todas as cores do Now United), a enfrentar nossos problemas juntos. Meu amor por você não cabe em mim. Há 11 anos tenho relatado isso para todos ouvirem… eu te amo de uma forma que só o amor de Deus por nós é capaz de explicar!

Um amor que é a mais pura expressão da palavra: VERDADE. Em um outro texto meu –  quando você ainda era uma menininha –  o papai escreveu que a forma mais próxima que consigo traduzir meu amor por você é: “Como se Deus tivesse tirado um pedaço da minha alma e coração, e tivesse colocado eles dentro de você”. É assim que eu me sinto, vendo uma parte de mim crescendo com vida própria, personalidade própria e uma confiança que eu nunca tive.

Esse próximo ano é o último ano que desfrutaremos de você como criança, o tempo tem passado rápido, mas você tem se esforçado pra correr junto com ele, espero estar aqui todos os dias, pra te dar colo, para ouvir você me chamar de papys (mesmo eu não gostando, rs), EU TE AMO PRA SEMPRE!!!

Só pra te lembrar… você ainda é a princesinha do papai!

EU SOU O PAI DA PRÉ ADOLESCENTE BIA E DO MENINÃO DA MAMÃE PEDRO

LEAVE A COMMENT